“Não contem comigo para fazer com eles o que eles fizeram conosco. O Brasil não merece isso.”

Jorge Vianna, dando indiretas.

Ano XI - 8 de dezembro de 2016

 

Inimigo
Parece que o vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC) não está na mesma sintonia que seu partido que quer, de qualquer maneira, trapalhar o governo de Michel Temer. Na noite de ontem Jorge falou com alguns senadores próximos que poderá renunciar ao cargo caso Renan Calheiros, presidente do Senado, seja de fato afastado. Se isso acontecer quem assumirá o cargo é o segundo vice da Casa, neste caso Romero Jucá (PMDB-RR), que é aliado do governo. Muitos políticos dizem que Jorge Vianna sempre foi conciliador e que procura sempre um meio termo em todos os assuntos. As más línguas de Brasília, dizem que se a renúncia se confirmar é porque Vianna não quer se comprometer com a responsabilidade da votação da PEC do Teto que, de um lado sofre pressão do PT para ser adiada e de outro os outros partidos que não querem deixar para o ano que vem.

Bravos
O alto escalão do PT está uma fera com Jorge Viana (AC) e não aceitam a possível renúncia da vice-presidência do Senado. O PT por seus intermediários fez de tudo para conseguir a presidência da Casa e agora não aceita perde-la. Para os petistas pior do que colocar a PEC do teto em votação é confiar o Senado nas mãos de Jucá, que foi um dos articuladores do impeachment. Caso a renúncia seja confirmada, o PT já estuda expulsar Vianna do partido.

Valioso
O jogador Neymar Jr poderá ser preso pela Justiça espanhola sob acusação de fraude em contrato com o Santos e o Barcelona, em 2013, por corrupção. A Justiça de lá quer que Neymar, além da prisão, pague uma multa de €10 milhões, cerca de R$ 40 milhões. Mesmo com essa acusação, segundo a revista francesa France Football, Neymar é o atleta mais valioso do futebol na atualidade, valendo cerca de € 250 milhões (R$ 929 milhões), seguido de Lionel Messi, € 190 milhões (R$ 706 milhões) e Antoine Griezmann, que joga no Atlético de Madri valendo € 135 milhões (R$ 502 milhões).

Isolado
Nove entre dez analistas políticos acreditam que o presidente Michel Temer terá que enfrentar toda essa turbulência sozinho. Com a renúncia de Geddel Vieira Lima, ex-ministro da Secretária do Governo e com a pouca reação de Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil, Temer não terá muito tempo para se lamentar se quiser reerguer o país. Seu único apoio é o ministro da Fazenda Henrique Meirelles, mas que também não está no mesmo ritmo do presidente.

Projeto Down

Homem de sorte
Andam dizendo que Michel Temer é um homem de sorte. Conseguiu se livrar do ex-deputado Eduardo Cunha e do senador Renan Calheiros sem sujar as mãos, coisa que seus antecessores Dilma Rousseff e Lula tentaram de todas as maneiras e não conseguiram.

Para manter acordado
As votações na Câmara parecem intermináveis e algumas, como foi o caso da aprovação do projeto anticorrupção, avançam madrugada adentro. Para manter os deputados acordados, a Casa comprou três cafeteiras elétricas industriais por R$ 22,8 mil.

Outro partido
Clarissa Garotinho, filha do ex-governador do Rio Anthony Garotinho, foi expulsa do PR e não se deixou abalar. Duas semanas depois do acontecido está de partido novo, o PRB, do prefeito eleito do Rio, Marcelo Crivella. Aliás, foi Crivella quem a convidou.

Invasão cara
Por essa as entidades estudantis não esperavam. A AGU – Advocacia-Geral da União quer saber (e vai cobrar) quanto custou à aplicação das provas extras do Enem, ministradas no último final de semana, por causa das invasões em algumas escolas do país.  O valor estimado é perto dos R$ 10 milhões.  Somente as entidades que de fato apoiaram as invasões como UNE e Ubes arcarão com a dívida.

Desafio
O Senado desafiou a ordem de afastamento do presidente do Senado, Renan Calheiros expedida por Marco Aurélio Mello do STF – Supremo Tribunal Federal. Para muitos analistas este desafio vai agravar ainda mais as relações entre os poderes Legislativo e Judiciário. E o que poucos sabem é que Renan poderá ser preso pelo artigo 330 do código penal por desacato de ordem judicial.

Premiado
O juiz federal Sérgio Moro acaba de receber da revista IstoÉ o prêmio de Brasileiro do Ano da Justiça. Em discurso de agradecimento Moro exaltou o trabalho de todos do Judiciário. “Recebo esse prêmio não como reconhecimento pessoal. Entendo como um reconhecimento a um trabalho institucional. E o dedico a todos os magistrados, de todas as instâncias, em especial aos do STF, que tem feito um trabalho muito significativo e demonstrado que o cidadão pode confiar na Justiça brasileira.”

Mais um
Renan Calheiros pode até se livrar da acusação de pagamento de pensão de sua filha com dinheiro de empreiteiras e do afastamento da presidência do Senado, mas terá que enfrentar mais um processo. O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) acaba de entrar com uma queixa-crime no STF – Supremo Tribunal Federal por calúnia, injúria e difamação. A decisão do deputado foi tomada depois de Renan citar seu nome em sessão no Senado que discutia o projeto de abuso de autoridade chamando Lorenzoni de Lorenzetti, uma alusão a marca de chuveiros e torneiras elétricas e o acusando de receber caixa dois da indústria de armas.

Pré-candidato
Um novo pré-candidato a presidência acaba de surgir, inspirado na vitória de Donald Trump. Não se trata do empresário e apresentador Roberto Justus, que agora até começa a pensar em política e sim Dr. Rey ou Dr. Hollywood, que lançará sua candidatura em 2018 pelo PEN - Partido Ecológico Nacional.  Em seu anuncio: “Vou tirar o Brasil da miséria”.

Atrás das grades
Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, também está atrás das grades. O juiz da 7ª Vara Criminal do Rio, Marcelo Bretas, expediu ordem de prisão preventiva sob acusação de lavagem de dinheiro e possível envolvimento em cobrança de propina, além de associação criminosa.  Adriana chegou com seus advogados por volta das 17h no prédio da Justiça Federal e depois conduzida para a Polícia Federal. Os filhos do casal (Tiago, 11 anos e Mateus, 6 anos) ficaram com parentes.

Muito tempo
Se condenados a prisão, o casal Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo poderão ficar um bom tempo atrás das grades. Cabral pode ser condenado em até 61 anos, por lavagem de dinheiro, corrupção passiva e organização criminosa. E Adriana poderá pegar 21 anos. Segundo a lei depois, após o cumprimento de dois quintos da pena poderão ficar em regime semiaberto. Sendo assim, o ex-governador ficaria 24 anos e 4 meses e sua mulher 8 anos e 4 meses.

Sem grades
Adriana foi levada para o Presídio Joaquim Ferreira, no Complexo de Gericinó, em Bangu. Ficará em uma cela especial e como advogada, tem direito a Sala de Estado-Maior. Ou seja: ampla, com janelas, banheiro e poucas grades. Caso a penitenciária não tenha como oferecer o benefício, ficará em prisão domiciliar.

Piada pronta
O brasileiro não perde tempo, nem a piada. Depois da prisão da mulher do ex-governador do Rio, Adriana Ancelmo, aparecem postagens na internet dizendo que a pior pena para Adriana seria obrigá-la a usar apenas bijuterias.

Clima quente
Mesmo com a temperatura esquentando, o STF – Supremo Tribunal Federal resolveu manter um clima agradável. Para isso empenhou cerca de R$ 66,4 mil para serviços de engenharia no sistema de ar condicionado.

Educação brasileira
A educação brasileira aparece na 65ª posição da Pisa - Programa Internacional de Avaliação de Estudantes – que observa 70 países em três áreas distintas: ciências, leitura e matemática. O Brasil ficou atrás de países como México, Albânia e Líbano. E somente a frente de Argélia, da região mais antiga da Iugoslávia/ Macedônia, Kosovo, República Dominicana e Tunísia. Cingapura ficou em primeiro lugar, seguido de Japão e Estônia. Portugal ficou em 23ª posição a frente dos Estados Unidos que ocupa o 25º lugar.

Captando
A Lei Rouanet é mesmo uma mãe. O Ministério da Cultura acaba de autorizar uma série de captações de recursos para diversos museus brasileiros, que usarão a verba para manutenção e atividades das instituições em 2017. O Masp (SP) poderá captar cerca de R$ 29,9 milhões; o Museu do Amanhã (RJ) R$ 22,6; o MAM (SP) R$ 22,3 milhões e o Instituto Inhotim (MG) ficou com R$ 30,2 milhões.

Sem liberação
Há oito anos, uma droga (medicamento) chamada lenalidomida, que já foi liberada em 70 países, está na fila de espera para ser registrada no Brasil. Sem o registro da Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária – tanto do SUS – Sistema Único de Saúde – como planos de saúde particulares não podem contar com o uso do medicamento. A droga é usada para um tipo raro de câncer que atinge a medula óssea. Cerca de 30 mil pessoas no país deixam de ser beneficiadas com esse impasse.

Não pagou
O candidato à prefeitura de São Paulo pelo partido Solidariedade, Major Olímpio, não pagou gravações que fez em época de campanha. Três produtoras já entraram na Justiça para receber R$ 67 mil.

Perdendo a cadeira
O desembargador Luiz Zveiter acaba de ser eleito pela segunda vez presidente do TJ – Tribunal de Justiça do Rio, mas poderá ser destituído do cargo antes mesmo de assumir. O STF – Supremo Tribunal Eleitoral – irá julgar uma ADI – Ação Direta de Constitucionalidade. Explicando: segundo a Lei Orgânica da Magistratura Nacional, só pode existir reeleição ao cargo de presidente se todos os desembargadores do Estado já terem ocupado a cadeira, o que não é caso no Rio.

Engrossando
Parece que a Petrobras quer mesmo limpar o nome das falcatruas descobertas nos últimos nomes. E para tanto decidiu ser mais rígida na contratação de seus fornecedores. Um exemplo disso é o novo edital de licitação de publicidade que foi publicado estes dias, onde serão contratadas apenas duas agências (hoje são três). Em certo momento o concorrente deve responder um longo questionário. Uma das perguntas: “A sua empresa já foi acusada, investigada, processada ou condenada por fraude ou corrupção nos últimos dez anos?”. Valor da verba para publicidade R$ 550 milhões.


Sempre juntas
Afastadas na mídia, depois do assalto que Kim Kardashian sofreu em Paris, aos poucos a família vai retomando sua rotina. Kim e Khloe Kardashin são capa e recheio da próxima edição da revista O32c Magazine. Fotografadas por Mert Alas e Marcus Piggot, as duas mostram suas curvas com muita sensualidade. Entre os cenários onde foram clicadas está, uma praia em Los Angeles, um prédio em construção em Calabasas, na Califórnia,e molhadas, de baixo do chuveiro. Nas fotos as irmãs vestem a última coleção Yeezy do rapper Kanye West, em parceria com a Adidas.

Edições Anteriores:  

  ;-) Barbas bem feitas.

:-( Barbas maltratadas .




Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.





 

ESTA COLUNA ESTA SENDO FEITA POR UM GRUPO DE JORNALISTAS SOB A COORDENAÇÃO DE PAULA RODRIGUES E AUTORIZADA PELO TITULAR


© Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br