“Vou ser a futura Hebe Camargo. Pernas, cortes ou cicatrizes não irão fazer diferença nesse meu novo trabalho.”

Andressa Urach, ex-vice Miss Bumbum, dez plásticas, que quase morreu por ter injetado hidrogel nas coxas.




Ano XI - 30 de janeiro de 2015

 

Operação de guerra
O novo secretário da Segurança Pública de São Paulo, Alexandre de Moraes, está montando uma verdadeira operação de guerra, apoiada na Polícia Militar, caso entre em vigor na cidade o racionamento de água cinco dias por semana. Teme que muitos bairros possam ser palco de ações de vandalismo, saques em supermercados ou invasões de casas e prédios não atingidos pelo racionamento, como já se verificou em algumas cidades do interior paulista. O problema maior é que o deslocamento dos PMs para esse tipo de policiamento poderia provocar o aumento de outros crimes. No ano passado, a cidade teve 160,1 mil ocorrências de roubo, 190,3 mil de furtos e 1.132 homicídios.

Tucanos com Cunha
A traição de muitos deputados do PSDB deverá se transformar num grande fator da vitória de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), candidato à presidência da Câmara. O apoio de Aécio Neves, presidente do partido ao socialista Julio Delgado (PSB-MG) não significará nada, especialmente porque ele não consultou ninguém. Mais: o senador Tasso Jereissati acha que tucanos da Câmara devem formar com Cunha. José Serra é contra: não tolera o peemedebista.

Pouco tempo
A presença de ministros no almoço de apoio à candidatura de Arlindo Chinaglia (PT-SP) à presidência da Câmara foi mais do que significativa, especialmente porque Dilma Rousseff havia recomendado. Todos, contudo, acharam que o tempo é curto para reverter o favoritismo de Eduardo Cunha. Dois ministros do PMDB não mexerão uma palha a favor de Chinaglia: Antonio Carlos Rodrigues (Transportes) e Kátia Abreu (Agricultura). Outros acham que parlamentares da Câmara nunca foram prestigiados pelo Planalto, que sempre deu prioridade aos senadores.

Aviso
Agora enrolado como eventual suspeito na Operação Lava Jato, José Dirceu, hoje cumprindo pena em prisão domiciliar, já mandou avisar muita gente poderosa, através de seus correligionários mais chegados, que não voltará para a cadeia. Traduzindo: se isso acontecer, não irá sozinho. Mais: Dirceu está preparando sua defesa para a seccional paulista da OAB, que logo julgará processo de cassação de sua carteira de advogado, protocolado há um ano.

Apelido
Quando Luiz Sérgio (PT-RJ) ocupava o Ministério das Relações Institucionais, era chamado de “garçom”. Ou seja: “aquele que só anota pedidos”. Agora, congressistas estão se referindo a Aloizio Mercadante, da Casa Civil, de “enciclopédia”. E justificam: “Sabe de tudo, mas não resolve um problema”.

À salvo
O Palácio dos Bandeirantes e o apartamento do governador Geraldo Alckmin estão situados no bairro do Morumbi, servido pelo reservatório de Guarapiranga, que tem 47,4% de nível de água.

Nem sindico
O governador Geraldo Alckmin, de São Paulo e seus mais íntimos colaboradores têm total consciência do que significará para o chefe do Executivo paulista os efeitos de um racionamento da água para seus sonhados e futuros voos eleitorais. Em rodas chegadas, ele próprio ironiza: “Daqui a pouco, vão dizer que não me elejo mais nem sindico de prédio”. Seu guru e secretário de Energia, João Carlos Meirelles, assistia missa à tarde, domingo passado, na igreja de São José, no Jardim Europa, cercada por mansões de milionários. Na saída, um gaiato fiel perguntou: “E ai, doutor Meirelles, rezando por mais água?” Ele só esboçou pequeno sorriso.

Projeto Down

Acordo em marcha
Antes de ser preso, Nestor Cerveró havia enviado relatório à Comissão de Ética da Presidência envolvendo Dilma Rousseff na decisão pela compra de Pasadena. Preso, no primeiro depoimento, deitou falação e dois dias depois, queria incluir Dilma Rousseff como testemunha em sua ação penal. Horas depois, voltou atrás e esta semana, em novo depoimento na PF, não abriu a boca. Há quem aposte que um acordo pode ser sido acertado – e não tem nada a ver com delação premiada.

Contra máscaras
Nestor Cerveró, ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, mandou seus advogados advertirem a conhecida fábrica carioca que produz máscaras de carnaval de conhecidas figuras que, se comercializarem alguma com seu rosto, processa todo mundo. Seu advogado Edson Ribeiro, esta semana, lhe mostrou a revista Época, com capa de uma máscara sua (e outra no recheio da publicação) e ele também queria processar. Desistiu: ali a máscara faz parte do editorial.

Projeto maior
Os já engajados na campanha de Marta Suplicy à prefeitura de São Paulo estão otimistas com a repercussão da nova empreitada da senadora e acham que esse poderia ser o primeiro passo de um projeto maior. Os mais entusiasmados acreditam que ela poderia aglutinar dissidentes do PT e políticos de legendas menores num novo partido. A cúpula do PT e também Lula apostam que ela não teria estrutura necessária para tanto. E muitos insistem que a Rede de Marina Silva pode ser a grande alternativa.

Protocolo
Muita gente achou que Aloizio Mercadante e Jaques Wagner sentaram-se, lado a lado, na reunião ministerial, mostrando que não disputam espaço no governo. Ledo engano: em posições idênticas já se sentaram Antonio Palocci, quando na Casa Civil e Nelson Jobim, na Defesa. Aloizio Mercadante, por exemplo, senta ao lado de Dilma porque, em 2003, José Dirceu mudou o protocolo passando a ocupar uma cadeira que, tradicionalmente, pertencia ao titular da Justiça.

Aplaudida
A exibição do derrière de Paola Oliveira, que usava uma calcinha fio dental, numa cena da minissérie Felizes para sempre?, está sendo aplaudida e cantada, em prosa e verso, na internet, onde o momento ganha espaços em todas as redes. Para os mais antigos admiradores da atriz, não chega a ser novidade: ela já mostrou muito mais do que isso nos filmes Entre Lençóis e Budapeste (neste, faz um nu frontal).

Olho no balanço
Guido Mantega, presidente do Conselho da Petrobrás e Miriam Belchior, conselheira, é que barraram a inclusão das perdas da estatal no balanço trimestral. A baixa contábil de R$ 88,6 bilhões relativos às perdas ligadas a Lava Jato ficaram de fora e deverão ser submetidas a nova metodologia. A Petrobras é uma empresa publica, deve seguir as regras das sociedades anônimas. Investidores estão analisando o balanço, que determina o preço das ações e podem recorrer a justiça caso se sintam lesados. É o que está acontecendo nos Estados Unidos.

Especial de TV
Os bastidores da nova campanha da Victória’s Secret, gravada em Porto Rico (com cenas de angels na praia e nos estúdios trocando de peças para o catálogo, alem de muitas conversas), serão transformados em um especial de TV, que será exibido pela rede americana CBS, dia 26 fevereiro (ainda não tem data para ser apresentado em TV brasileira). Terá duração de uma hora, mostrando as modelos à vontade e depois curtindo um luau com a banda Marcoon 5.

Só com cachê
A cada ano que passa, mais figuras famosas cobram cachês elevados para dar o ar da graça nos camarotes de cervejarias no carnaval. Agora, Bruna Marquezine, que não topou ser musa do camarote da Antártica, cobrou R$ 100 mil só para marcar presença na Sapucaí. Já Chay Suede pediu R$ 50 mil para ficar algum tempo no mesmo camarote. Em outras épocas, os famosos iam de graça, usavam camiseta da cerveja e eram fotografados fazendo propaganda. Agora, a cena é outra. E se não tiver celebridades no camarote, as revistas não fotografam.

Mais um filho
Daniela Mercury chega aos 50 anos em julho e entre seus planos para este ano está ter um filho de sua relação com Malu Verçosa, com quem casou em 2013. Daniela já tem dois filhos biológicos, três adotivos e Malu ainda não tem. Poderão adotar ou uma delas poderia engravidar por inseminação artificial.

Não paga
O Brasil deve US$ 28 milhões à FAO, instituição das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, dirigida pelo brasileiro José Graziano, único diretor do Fome Zero do primeiro governo de Lula. E não há previsões para pagamento no curto prazo. Pior é que, candidato a um segundo mandato, Graziano não tem como explicar o atrasado.

De verão
É uma novidade de verão, que começou no Rio: bares da Vila Madalena e outros bairros de São Paulo estão servindo gelatina com vodca, num copinho. Pode ser consumida como drinque, depois de uma comidinha ou até substituir a sobremesa. Com gelatinas de frutas vermelhas ou tangerina são as mais procuradas.

Mais uma
A americana Coach, que faz sucesso no shopping Iguatemi, vendendo bolsas de qualidade, entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, em até oito parcelas, está se preparando para abrir sua primeira loja no Rio, no Shopping Leblon.

Namorada nova
O senador Romário (PSB-RJ) está namorando uma americana de 19 anos, Dixi Pratt, que mora do Rio. Ela é muito bonita, curvilínea e a única coisa que o ex-jogador reclama é que Dixi não abre mão do salto alto de maneira alguma.


Esportistas e generosas
O canal Off, na TV por assinatura, é dedicado a esportistas jovens, que misturam adrenalina e natureza. E apresenta em seu site ensaios com apresentadoras de seus programas e praticantes de vários esportes, onde exibir seus corpos com pouca (ou sem) roupa é uma quase constante generosidade. À esquerda, Mariana Goldfarb, que comanda Ilhas Paradisíacas: à direita, Marcela Witt, que apresenta Submersos e Sul por elas. No destaque, as duas juntas, à base do topless, em Arraial do Cabo.

Edições Anteriores:  

  ;-) Choque de cores.

:-( Cores combinando.



Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.





 


Boas de bola
É um time para ninguém botar defeito: as modelos Doutzen Kroes, Lily Aldridge, Adriana Lima, Behati Prinsloo e Candice Swanepoel, todas angels da Victoria’s Secret, trocaram suas sensuais peças de lingerie e aparecem com capacete e uniforme de futebol americano em nova campanha da marca, dedicada ao Valentine’s Day, comemorado nos Estados Unidos dia 15 fevereiro. Irá ao ar no próximo domingo, na final do Superbowl, com duração de dois minutos.

 

Ruy Altenfelder Silva entrevista no programa Dialogo Nacional o colunista Giba Um.


© Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br