“Você imagina, uma pessoa de 86 anos pode passar sete anos em regime fechado, comendo quentinha?”,

de Paulo Maluf, defendendo sua prisão domiciliar.

Ano XVI - 16 de agosto de 2018

 

 

Nos autos
Que ninguém espere da ministra Rosa Weber, a nova presidente do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, um comportamento semelhante ao do ministro Luiz Fux que acaba de deixar o comando da Corte. Rosa não dá entrevistas, prefere se manifestar apenas nos autos e há anos, ele mantém essa postura no STF – Supremo Tribunal Federal. Seu vice no TSE, o ministro Luís Roberto Barroso, que fala também em palestras, está avisando que ficará de boca fechada no tribunal e que apenas conversará com jornalista por determinação de Weber.

Sem escolta
A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, mais Fernando Haddad, Manuela D’Ávila e demais lideranças pediram escolta da PM na quarta-feira (15) e entrada privilegiada no edifício do TSE para posarem para fotos no setor de protocolo, no pedido de registro de candidatura de Lula. Queriam também entrar no prédio do tribunal em três automóveis Toyota Corolla (partido rico é outra coisa) e estacionar na garagem coberta. Todos os pedidos foram negados.

Em campo
Não se sabe quando o TSE barrará Lula. Para não perder tempo, Fernando Haddad e comitiva iniciarão na próxima terça-feira (21) um giro pelo Nordeste. A região contém 27% do eleitorado do ex-presidente, fiel em quaisquer situações. Haddad quer confirmar esse quadro para ele na condição de substituto (poste) de Lula.

Pouco dinheiro
O orçamento da campanha presidencial de Jair Bolsonaro prevê apenas gastos de R$ 1 milhão.

Poucos
Haviam poucos políticos na posse de Rosa Weber na presidência do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, o que confirma outra fama da ministra: ela costuma manter distância da classe política, sem exceção. E os políticos querem manter distância dela porque sabem que seria perda de tempo em qualquer circunstância.

Dispensado
O presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif Domingo, mantém o bom humor diante da recusa de seu partido, o PSD, presidido por Gilberto Kassab, de apoiar sua candidatura à Presidência. Para quem pergunta o motivo, Afif responde: “Fui dispensado por excesso de contingência”. Ele e Kassab são amigos: Guilherme está entre os cinco primeiros nomes que assinaram a fundação do PSD.

Vende-se
A empresa Contém 1g, fabricante de maquiagens e cosméticos, entrou em recuperação judicial com uma dívida de perto de R$ 40 milhões. Os gestores querem retocar os negócios, aprovar a renegociação das dívidas com credores e empurrar a empresa para uma das grandes do setor, Avon ou Natura.

Fila
Enquanto as Forças Armadas estiverem cuidando da segurança pública do Rio de Janeiro nenhuma PEC – Proposta de Emenda Constitucional, pode ser aprovada pelo Congresso. Ou seja: a Constituição não pode ser alterada por força da intervenção federal. Resultado: hoje, existem mais de 500 emendas na fila aguardando votação. Quem acompanha esse processo estima que perto de 90% delas seriam plenamente dispensáveis.

Renda mínima
O Brasil tem pouco mais de 200 milhões de habitantes. Se a renda mínima fosse paga a um valor de R$ 100 por habitante (quantia baixa para custear despesas de saúde, educação e alimentação), significaria despesas de R$ 240 bilhões por ano, correspondente a 4,6% do PIB ou dez vezes o orçamento do Bolsa Família. À Classe A, 2% da população brasileira (4 milhões de pessoas) seriam destinados R$ 4 milhões. Os mais ricos, que recebem acima de R$ 13,8 mil e que detém 17% de toda a massa de renda do país, ainda seriam os mais beneficiados.

Candidato
O vereador Eduardo Matarazzo Suplicy, que passou 24 anos no Senado e quer voltar (está em primeiro lugar nas pesquisas em São Paulo), é o maior defensor da renda mínima e, em todos seus anos de pregação, jamais apontou de onde viria a dinheirama de R$ 240 bilhões (os cálculos são do economista Felipe Salto, da Tendências).

Quanto
A chamada “Marcha dos Mortadelas” (a Polícia Militar estimou em dez mil pessoas), em Brasília, esta semana, no dia do protocolo da candidatura de Lula no TSE era formada por militantes (poucos) e pessoas recrutadas (muitas) a R$ 50 por dia, mais lanche. A maioria era desempregada.

O que dá
Nos nove segundos do horário eleitoral gratuito a que tem direito, Jair Bolsonaro sintetizará algumas bandeiras do tipo “Em defesa da família”, “Pela revogação do Estatuto do Desarmamento” ou “Pelo fortalecimento da Lava Jato”. Depois, nome, cargo, partido e número. Tudo gravado por celular, que é para não gastar.

Algo em comum
Há algo em comum entre os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e o Cabo Daciolo (Patriota): os dois têm os mesmos 9 segundos de propaganda eleitoral gratuita na TV. Daciolo ainda está procurando frases de suas bandeiras. Uma pode ser “Em nome de Deus”, outra, “Fora, Satanás!”.

Filha de Serra
Autoridades suíças enviaram à Procuradoria-Geral da República documentos que mostram que a offshore Circle Technical Company, mencionada por delatores da Odebrecht, fez repasses de 400 mil euros a uma conta da Suíça que tinha entre os administradores Verônica Serra, filha do senador José Serra. O dinheiro teria sido usado em campanhas do tucano. Detalhe: essa história é velha, requentada e já foi discutida sempre que Serra foi candidato. Mais: Verônica sempre trabalhou nessa área.

Barrado no baile
Solto por decisão do Supremo, José Dirceu apareceu, esta semana, no acampamento do MST em Brasília, de onde sairia a manifestação de militantes do PT (e outros) pela candidatura de Lula. O ex-ministro queria ir ao TSE, mas foi desaconselhado. Gleisi Hoffmann era a que mais afastava essa ideia: dividir holofotes, jamais!

Todos
O fator que antecipou o pedido de recuperação judicial da Editora Abril foi um só: todos os bancos, de forma abrupta, decidiram restringir os acessos da empresa a capital de giro.

Não é possível
Há quem garanta que um grupo de petistas ficou revoltado com o registro de Lula à Presidência. Eles queriam que a candidatura feita fosse de Fernando Haddad. Os mesmos acreditam que a candidatura logo será barrada e com isso o partido perderá tempo. Mais: mesmo que a candidatura não seja barrada, acredita que não é possível que o candidato faça campanha, porque está preso, dificultando ainda mais uma vitória. Caso, nas melhores da hipóteses, ganhe, não poderá comandar o Brasil dentro da cadeia.

Números
O TSE registrou a candidatura de 23 mil candidatos que irão concorrer para presidente, governador, senador, deputado federal e estadual.  Para presidente foram 13 nomes, bem abaixo dos quase 30 que se propuseram no início do ano; 171 candidatos para governador, sendo que 17 tentam reeleição; 6.982 candidatos à deputado federal; 15.605 para deputados estadual e 295 ao Senado.

Maior número
Ainda sobre os registros no TSE: o partido que tem mais candidatos foi o PSL que registrou 1.259 candidato para os diversos cargos eletivos. Em seguida por ordem vem PSOL (1.201), PT (1.075) e MDB (1.009). Dos mais de 23 mil candidatos registrados 30,6% são mulheres, ou seja 7286 estarão na disputa nas próximas eleições em outubro.

Ensino superior
Dos candidatos registrados no TSE que irão disputar as próximas eleições 55% são casados e grande parte está na faixa etária dos 35 e 59 anos. Há 50 candidatos acima de 80 anos. E quase metade tem ensino superior. O numero de registro neste ano foi abaixo do de 2014 que foi de 26.162.

Não vai
Assessores do presidente Michel Temer garantem que se o presidente tivesse o poder não enviaria para o Congresso o projeto que autoriza o aumento de 16,38% aos ministros do STF.  Ele que evitar desgaste ainda maior de sua imagem, principalmente porque o pais está tentando sair de uma crise econômica. “Aumento de salário todo mundo quer, mas não é possível na atual situação”, garante um assessor.

Espião
O ex-agente policial Newton Ishii, conhecido como “japonês da federal”, ganhou os holofotes após conduzir vários presos importantes na operação Lava Jato, esteve o programa de Pedro Bial, onde confessou que foi uma espécie de espião na época da ditadura. “Quando tinha o Diretório Central Estudantil, trabalhei infiltrado entre os estudantes para obter informações de quem estava participando e do que se tratavam as reuniões”. Revelou ainda que ajudou Renato Duque, ex-diretor da Petrobras a superar uma depressão. “Ouvi falar que ele estava pensando em suicídio e fui conversar com ele”. E fora dos holofotes, passou por uma situação dramática na vida familiar. O seu filho primogênito se suicidou e quatro anos depois sua esposa faleceu vítima de um infarto fulminante.

No site
A candidatura do ex-presidente Lula já está no site do Tribunal Superior Eleitoral. Ali é explicado que a situação do candidato é “cadastrado”, mas que a candidatura “aguarda julgamento”. Ou seja: a grande comemoração de Gleisi Hoffmann e demais torcedores de Lula não tinha muita razão de ser.

Desconhecido
Fernando Haddad ainda é desconhecido pela maioria dos eleitores como alternativa real ao nome de Lula na disputa presidencial. Segundo o Instituto Paraná, apenas 24,8% o percebem como plano B. A insistência de Lula em se apresentar como candidato, mesmo barrado pela Justiça, é um problema. Mas metade (50,7%) do eleitorado não mudaria de posição em relação a Haddad, mesmo com apoio explícito de Lula.

Desumana
Para quem gosta de comparações: a composição da Carga Tributária nos Estados Unidos tem como base 82,57% de sua arrecadação incidindo sobre Renda, Lucro, Ganho de Capital, Folha Salarial e Propriedade (classe privilegiada) e apenas 17,43% incidindo sobre Bens e Serviços (arroz, feijão, remédios, transporte e educação). Carga tributária de 26,4% do PIB (em 2016). A composição da Carga Tributária no Brasil tem como base 48,19% de arrecadação incidindo sobre Renda, Lucro e outros e 51,09 incidindo sobre Bens e Serviços. Carga Tributária de 32,1% do PIB em 2016.

Patrimônio
Kim Kataguiri, líder do Movimento Brasil Livre – MBL, registrou sua candidatura para deputado federal pelo DEM de Rodrigo Maia e ACM Neto. E declarou possuir R$ 102 mil em bens, incluindo um imóvel de R$ 67,5 mil.

Guest
Leandro Daiello, ex-diretor-geral da Polícia Federal, está dando uma consultoria informal para a produção da continuação do filme Polícia Federal- A lei é para todos, sobre a Lava Jato. E – surpresa – deverá fazer uma ponta como “participação especial”.

Novo lote
Além da possível venda de uma fatia da rede de conveniência BR Mania, a Petrobras estuda oferta de um novo lote de ações da BR Distribuidora. Na primeira tranche, no final do ano passado, a Petrobras fez 28% da subsidiária. De lá para cá, o valor de mercado da BR subiu cerca de 25%.

Sinal verde
Os fundos de pensão e a Tarpon já deram sinal verde para a BRF vender o restante das ações da Minerva Foods que ainda estavam em seu poder. É o golpe de misericórdia nas negociações para a fusão entre as duas empresas, que uniam investidores como Rubens Ometto e o fundo árabe Salic.

Mal começou
Nem bem começou a campanha eleitoral para os cargos eletivos, e santinhos já começam a ser distribuídos, pelas ruas de São Paulo. Por um lado, é bom, já que dá tempo para “investigar” e “conhecer” o candidato.

Até 17
O registro de candidatura do ex-presidente Lula foi feito pelo PT, com direito a comemoração. A sigla sabe que a candidatura poderá ser impugnada e já tem o plano B, Fernando Haddad, atualmente vice na chapa. O partido tem o prazo até 17 de setembro para mudar de candidato, caso algo aconteça.

6 meses
Parece que foi ontem, mas a intervenção federal no Rio de Janeiro completa 6 meses e com 60% de aumento no número de tiroteios.

Relação de bens
Manuela D’Ávila (PCdoB) não registrou sua candidatura para à Presidência da República. Aguarda ansiosa a passagem do bastão da candidatura de Lula para Fernando Haddad, onde ela assumirá o papel de vice. Na quarta-feira (15) as últimas candidaturas para o Planalto foram registradas, com a respectiva declaração de bens. Foram elas João Goulart Filho (PPL), R$ 8,6 milhões; Lula (PT), R$ 7,8 milhões; e José Maria Eymael (DC), R$ 6,1 milhões.

Bens paulistas
Em São Paulo os candidatos ao governo paulista também declararam seus bens. João Doria é o mais rico declarou bens de R$ 189 milhões e Paulo Skaf pouco mais de R$ 23 milhões. A surpresa ficou por conta do candidato do Novo, Rogério Chequer (um dos fundadores do movimento Vem pra Rua), que, declarou um patrimônio de R$ 9 milhões ao TSE e Luiz Marinho que declarou R$ 64.520,00.

 

OLHO MÁGICO


fotos: Alasdair McLellan //divulgação

Nicki de volta
A modelo
Kendall Jenner, 22 anos, a modelo mais bem paga em 2017 está na capa e no recheio da edição de aniversário da Love Magazine. E tem para todos os gostos: ela aparece de topless ou no estilo Jacqueline Kennedy Onassis. Em entrevista, diz que se considera meio esquisita porque adora expor seus seios. “Eu sou estranha, eu amo meus seios estarem fora. Eu realmente não vejo qual é o grande problema em ficar sem sutiã”. Ainda comentou sobre os boatos dela ser lésbica. “Acho que é porque não sou como todas as minhas outras irmãs, que ficam exibindo seus namorados. Eu sempre consegui ir mais longe com os caras por ser discreta e ficar me escondendo o tempo todo”.

Projeto Down
Edições Anteriores:  
__________________________________________________________

 IN & OUT

  ;-) Sopa de batata com milho e bacon. :-( Sopa de fubá e carne moída.

ONE CARTOON


Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.




 

Esta coluna é fechada de segunda a sextas às 16:00



 © Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
 do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br

ssss