“O sucesso de Dilma é o meu sucesso. O fracasso de Dilma é o meu fracasso.”

Lula sobre a situação da presidente na cena nacional.

 



Ano XI - 2 de abril de 2015

 

Começo do fim
Para Frei Beto, a única saída para o PT é ser fiel às suas origens. “Buscar a governabilidade pelo estreitamento de seus vínculos com os movimentos sociais. Ou seja, o segmento organizado, consciente e politizado da nação brasileira. Fora disso, tenho a impressão de que estamos começando a assistir o começo do fim. Pode até pendurar, mas o PT tende a virar um arremedo do PMDB”. Na cabeça de Lula, passa até o desembarque do governo, quando propõe a criação de uma frente de esquerda, inspirada na Frente Ampla do Uruguai. É uma manobra para tentar abrigar sua candidatura em 2018, disfarçando o apoio do PT.

Nova produtividade
Em vários tribunais brasileiros, o Judiciário já começou na segunda-feira o feriadão da Semana Santa. O presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, João Ricardo Costa, resolveu partir para uma inusitada explicação. Argumentou que, como o juiz brasileiro trabalha nos feriados, quanto mais dias de folga, melhor. Pelo que se vê, trata-se de uma nova alternativa de produtividade.

Sabe demais
Novo pânico reina entre políticos e empreiteiros em torno do acordo de leniência da UTC e da delação premiada de Ricardo Pessoa, que é chamado, nos bastidores, de “o homem que sabe demais”.

Olho na energia
O aeroporto Santos Dumont começou a investir em energia renovável. Desde a semana passada já está contando com um sistema de geração solar, a partir de painéis instalados no telhado. Por enquanto, a energia produzida está indo para um totem voltado a carregadores de celulares, tablets e computadores portáteis. A propósito de energia: segundo a Firjan, o Brasil acaba de chegar ao topo do ranking entre os países que pagam mais caro pela energia fornecida às indústrias. Só neste ano, um ano aumento de 48%.

Nova guerra
Joaquim Levy, ministro da Fazenda, está acenando com uma mudança no ICMS, com uma alíquota maior no destino, onde a mercadoria é consumida entre os estados. É um novo round porque os senadores querem criar dois fundos, um de compensação e outro de desenvolvimento para aceitar a proposta. Levy vem se transformando em novo articulador com o Congresso: só não se deu conta que quem manda mesmo é o Senado e Câmara. O resto é perfumaria.

Desconectado
Dia 12 haverá nova marcha em São Paulo e setores do PSDB estão achando que o partido errou na forma de tratar os protestos de 15 de março. Não quis se colocar como patrocinador do impeachment e apenas apoiou o movimento, sem participar de sua organização. Um grande bloco de tucanos se queixa da postura de Aécio Neves, presidente da legenda: considera que ele estaria um tanto desconectado das manifestações e cobra ação maior.

Recado
Enfatizando a importância da liberdade de imprensa, a presidente Dilma Rousseff foi a única que discursou na posse de Edinho Silva na Secom. Era uma espécie de recado direto ao ministro Ricardo Berzoini, das Comunicações (ele estava lá), defensor da regulação da mídia, da qual a Chefe do Governo quer distância. Mais: quando assumiu o ministério, Berzoini achava que a propaganda do governo passaria para sua Pasta. Dilma não quis nem saber da hipótese.

Justiça cara – 1
O Supremo Tribunal Federal deverá custar cerca de R$ 1,7 milhão por dia neste ano e o aumento está diretamente relacionado ao pagamento de salários e benefícios. No começo do ano, Dilma Rousseff sancionou lei que aumentou de R$ 29,4 mil para R$ 33,7 mil os salários dos ministros da Alta Corte, uma majoração de 14,6% e vigorando desde janeiro. A previsão de gastos com “pessoal e encargos sociais” subiu de R$ 324,1 milhões para R$ 349,1 milhões em 2015. No total, o orçamento do tribunal será de R$ 603,8 milhões. Para quem não sabe: cada ministro tem direito a 256 funcionários.

Justiça cara – 2
O custo diário do Supremo é muito menor que o do Congresso, o que não acontece se for considerado o valor do Judiciário: o orçamento para 2015 chega a R$ 38,4 bilhões, equivalente a R$ 105,2 milhões por dia ou R$ 4,4 milhões por hora.

Salário menor
Luiz Bacci volta a Record: apresentará o Balanço Geral Manhã e participará do Cidade Alerta, de Marcelo Rezende. Quando deixou a emissora e se transferiu para a Band, ganhava R$ 150 mil. Foi ganhar R$ 380 mil. Depois de 10 meses, retornou à antiga casa, agora com salário de R$ 50 mil mensais.

Projeto Down

Falso ou verdadeiro
O Instituto Lula acaba de adicionar uma seção especial em seu site, com o objetivo de trabalhar a imagem do ex-presidente. A primeira informação garante que é falsa a história de que Lula recebe até hoje uma aposentadoria por invalidez depois de ter perdido o dedo nos anos 60. Há quem garanta que a próxima esclarecerá se ele participou ou não da Marcha da Família, com Deus pela Liberdade, que antecedeu o golpe militar.

Fotobiografia
Começou com Roberto Carlos – e sem nenhum sucesso de vendas – a mania de artistas ganharem fotobiografias retratando sua vida e obra. Agora, é a sambista Beth Carvalho que prepara um livro com mais de 100 imagens com comentários escritos a partir de conversas com a cantora. No mês que vem, a propósito, Beth festeja seus 69 anos de idade. Detalhe: numa das fotos, ela aparece ao lado de Hugo Chávez, de quem era admiradora.

Bandeira branca
Quem diria: em sua recente conversa no Senado, o ministro Joaquim Levy, da Fazenda, ganhou o apoio do senador José Serra, em sua explanação sobre o ajuste fiscal e outras propostas do governo. Para quem estranhou, Serra explicou que seu comportamento era para auxiliar maior entendimento das matérias. E foi cordial com Levy, tornando menos penarosa a passagem do titular da Fazenda pelo Congresso.

Melhor
Dia desses, um repórter pergunta a Renan Calheiros se ele achava o ministro Joaquim Levy melhor articulador do governo junto ao Congresso do que o ministro Pepe Vargas, cuja cabeça sempre alguém pede e quase todos os dias. Renan não resistiu e acabou esboçando um sorriso. E emendou: “Sem comentários”. Depois, acelerou o passo.

Festival
Antes da reunião do diretório nacional do PT, esta semana, que teve a participação de Lula, o ex-presidente conversou com algumas figuras da cúpula do partido, numa sala fechada. E quem participou, garante que ele soltou um verdadeiro festival de palavrões quando a conversa envolveu como figura central a presidente Dilma. O ex-chefe do Governo chegou até a ficar vermelho de fúria.

Proteção virtual
Levantamento da Fiesp alerta que a indústria brasileira precisa reforçar seus sistemas de proteção virtual. A entidade entrevistou 435 empresas de diversos portes em São Paulo, mostrando que 59% dos ataques sofridos por elas foram voltados à área financeira das companhias. A maior parte das ameaças foi identificada em pequenas e médias empresas. Junto às grandes, o estudo apontou que 46,2% dos ataques recebidos por elas tentando buscar informações confidenciais.

Falta de respeito
A TV Câmara transmite, ao vivo, no todo ou em parte, depoimentos da CPI da Petrobras. O clima é um misto de guerra com feira livre. De um lado, os parlamentares exibem grande dose de combatividade; de ouro, mesmo usando o tratamento de V.Exa, eles usam entre si formas das mais desrespeitosas. Em certos momentos, cria-se até a expectativa de que poderão trocar sopapos.

Distancia
Voaram juntos, esta semana, de Brasília para o Rio, Graça Foster, ex-Petrobras e Gilberto Carvalho, ex-Secretario-Geral da Presidência e hoje no comando do Sesi. Mal se cumprimentaram – e à devida distância. Graça sempre ouvia de sua amiga Dilma o que ela achava de Gilbertinho e ficou com essa imagem na cabeça.

Outra Moss
Lottie (de nascimento, Charlotte) Moss, 17 anos, britânica e irmã de Kate Moss, que estreou nas passarelas em Paris no desfile de Sônia Rykiel, também estará na festa da amfAR, dia 10 próximo, em São Paulo. Ela parece trilhar caminho semelhante da famosa irmã: fará campanhas para Calvin Klein e para a brasileira Rosa Chá. Para a noite beneficente, estão confirmadas as presenças de Cher, Kylie Minogue, Jean Paul Gaultier, Naomi Campbell e Kate, claro.

A fila anda
Grazi Massafera, ex-Cauã Reymond, está namorando com o ex-judoca Flávio Canto, ex-Fiorella Mattheis. Quando se separou de Grazi, Cauã teria tido um affair com Barbara Evans, com quem fará par romântico na nova série Dois Irmãos.

Uma por semana
A CPI do BNDES ganhou um adiamento: parlamentares resolveram esperar mais um pouco para pressionar. Consideram que a CPI da Petrobras e a guerra da dívida dos estados, discussão maior desta semana, já estão de bom tamanho para propiciar a Dilma Rousseff novo desgaste. Mais: há quem garanta ter ouvido de Eduardo Cunha, presidente da Câmara, que “a cota deve ser de uma derrota por semana”.

Outra data
Nas redes sociais, contando com o bom humor dos blogueiros de plantão, circulou esta semana, a propósito do 1º abril, que o Dia da Mentira, no calendário brasileiro, mudou para 26 de outubro, data do segundo turno das eleições presidenciais, quando Dilma venceu Aécio.


25 milhões de músicas
O rapper e produtor Jay Z acaba de relançar a Tidal, sua nova ferramenta de streaming, com a presença de várias estrelas do mundo da música, entre elas, Rihanna e Madonna (esquerda) e Alicia Keys, Nicki Minaj e Beyoncé (direita). Com um acervo de 25 milhões de músicas e 75 mil vídeos e entrevistas exclusivas com artistas, a plataforma, com acesso exclusivamente pago, promete superar em qualidade de áudio a rival Spotify.

Edições Anteriores:  

  ;-) Batom vermelho.

:-( Batom ameixa. 



Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.





 


Boas de bola
É um time para ninguém botar defeito: as modelos Doutzen Kroes, Lily Aldridge, Adriana Lima, Behati Prinsloo e Candice Swanepoel, todas angels da Victoria’s Secret, trocaram suas sensuais peças de lingerie e aparecem com capacete e uniforme de futebol americano em nova campanha da marca, dedicada ao Valentine’s Day, comemorado nos Estados Unidos dia 15 fevereiro. Irá ao ar no próximo domingo, na final do Superbowl, com duração de dois minutos.

 

Ruy Altenfelder Silva entrevista no programa Dialogo Nacional o colunista Giba Um.


© Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br