s

 

“Pode ser uma relutância em admitir um erro institucional. Um pouco mais além, pode indicar o objetivo de ocultar do Tribunal, da defesa e da sociedade irregularidades cometidas no curso da investigação”,

Gilmar Mendes ao votar contra a segunda denúncia da PGR contra Michel Temer.

Ano XV - 23 a 25 de setembro de 2017


Chateado
O presidente Michel Temer ficou bem chateado com Rodrigo Maia, presidente da Câmara, que declarou: “Que os aliados do governo não podem ficar levando facada nas costas do PMDB e de ministros com gabinete no Palácio do Planalto”. Chamou para uma conversa no Palácio do Jaburu, mas foi cauteloso: afinal de contas a segunda denúncia já foi entregue na Câmara e Temer sabe que precisará de todo apoio de Maia para sair novamente vitorioso da acusação.

Crise
Michel Temer telefonou para Rodrigo Maia, presidente da Câmara, convidando para o jantar e garantiu que o PMDB não quer enfraquecer o DEM, evitando seu crescimento com ingresso de deputados de outros partidos. Maia está irritadíssimo com Romero Jucá, Eliseu Padilha e Moreira Franco que trabalham contra o DEM e “até falam em nome do Planalto”.

Explicação
Em outro jantar, na semana passada, Rodrigo Maia, presidente da Câmara tentou amenizar sua declaração contra o Governo. “Não é para discutir críticas ao presidente. Mas a situação política é crítica. Então, naturalmente, críticas foram feitas”. O jantar foi oferecido pela senadora Kátia Abreu, ainda no PMDB (TO) e estavam outros principais críticos do govern, como Renan Calheiros (PMDB-CE) e Orlando Silva (PCdoB-SP).

Processo
O advogado José Yunes, amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer, quer processar o doleiro Lúcio Funaro pelo envolvimento de seu nome na delação premiada. O advogado escolhido por Yunes é José Luis de Oliveira Lima, o Juca, que disputa com Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, a predileção no circuito atual de políticos envolvidos em denuncias de propina e similares.

Correria
Existe uma grande correria no Senado para que a reforma política seja concluída esta semana, para que possa valer a partir das eleições do ano que vem. Dizem que a correria não é pela reforma em si, mas para a criação do Fundão.

Dinheirama
O PMDB recebeu, em três eleições (2010, 2012, 2014) R$ 282 milhões em doações declaradas da JBS, Odebrecht, OAS e Cervejaria Petrópolis. Geddel Vieira Lima e Henrique Eduardo Alves foram os campeões de arrecadação oficial.

Troca
O criminalista Antonio Claudio Mariz de Oliveira deixará a defesa do presidente Michel Temer. Ele já advogou na defesa de Lúcio Funaro, indicará três novos nomes a Temer e assumirá o papel de conselheiro apenas. Mariz conhece muito bem Lúcio Funaro, sabe quais são as acusações feitas que correspondem à verdade e as que são chutadas e sabe também quais as provas do doleiro tem.

Tiro certo
A defesa do presidente Michel Temer, menos Antonio Claudio Mariz de Oliveira, que está se desligando, deu um tiro certo contra a delação de Lúcio Funaro. O doleiro em seu depoimento garantiu que um escritório de Temer em São Paulo foi adquirido com dinheiro de uma operação feita por Eduardo Cunha. Só que a defesa mostrou o valor oficial do escritório, que foi declarado no imposto de renda e apresentou provas de que o ex-deputado nem era filiado ao PMDB na época.

Vida boa
O ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, em prisão domiciliar depois de acertar sua delação, vive uma vida de luxo. Sua residência em Fortaleza tem 1.200 m² com piscina, quadras, um grande jardim e a poucos metros da Praia do Futuro. Como está de tornozeleira, pode frequentar alguns lugares próximo a sua casa como o Shopping Riomar. Mais: vai, de segunda a sexta-feira, na missa das 18h da Igreja Nossa Senhora de Lourdes. Em todos lugares que ele frequenta e acompanhado por equipe de guarda-costas, que impede qualquer pessoa de chegar perto dele. Seus três filhos moram fora do Brasil, um em Londres, um em Miami e outro em Nova York.

Candidata
Valéria Monteiro, ex-apresentadora do Fantástico, que hoje mora em Campinas (SP) e é produtora de televisão, quer se lançar candidata à Presidência da República. Postou vídeo no Facebook, onde avisando que está procurando partido.

Não querem
O senador Aécio Neves (PSDB-MG), presidente afastado da sigla, entregou semana passada, ao presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) um pedido para que nenhum deputado tucano seja escolhido para ser o relator da nova denúncia contra Temer. Mais: o pedido foi feito antes mesmo da denúncia chegar à Câmara.

Anúncio
No programa eleitoral do PEN desta semana, será anunciada, com pompa, a chegada de Jair Bolsonaro ao partido. E será anunciada também a mudança do nome do partido, motivada pela chegada de Bolsonaro, para Patriota.

Prejuízo
A CPI dos Correios apurou que o Banco do Brasil perdeu cerca de R$ 31 milhões em operações ilegais na Bolsa, durante o governo Lula. Relatou também que Lúcio Funaro foi o maior beneficiado e que ele teria repassado cerca de R$ 6,5 milhões do PT para o PR, na época PL, comando por Valdemar Costa Neto.

No mesmo voo
Gilmar Mendes, ministro do STF, está na Alemanha para acompanhar eleições que contam com sistema de voto em papel, depois contabilizados publicamente, sob fiscalização de representantes dos partidos, o que já aconteceu no Brasil – e provocou históricas fraudes. Rodrigo Janot e sua família estão em férias entre Portugal e Itália. Os dois voaram juntos para Lisboa e sentaram com apenas duas poltronas de distância entre eles. Os humoristas da internet dizem que, de madrugada, fizeram campeonato de ronco.

Ao ataque
O ex-presidente Lula procura de todas as formas atacar o governo de Michel Temer, com críticas até as mais absurdas acusações. Agora irá aproveitar a polêmica envolvendo a região da Renca, para reforçar sua campanha. A região foi incluída em seu roteiro de pré-campanha e lá deverá fazer um discurso falando que na época se seu governo isso nunca iria acontecer e que é amante da natureza.

Obstrução
Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República, denunciou a ex-presidente Dilma Rousseff por ter usado e-mail clandestino para avisar João Santana e Mônica Moura sobre iminência de buscas e apreensões e mesmo prisões, configurando obstrução de justiça. Iolanda – esse era codinome em tempos de guerrilha – usava até e-mails de outras pessoas, entre elas uma funcionária do Planalto.

Desgastado
Rodrigo Garcia (DEM), secretário de Habitação do governo de São Paulo, apresentou números de uma pesquisa que mostra que nesta crise política os partidos mais desgastados são PMDB, PSDB e PT. Garcia à propósito, pode ser o escolhido pelo seu partido para disputa do governo paulista.

Novo apoio
Michel Temer pode contar com a maioria da bancada do Podemos, antigo PTN, que tem 18 deputados. O líder da bancada, Ricardo Teobaldo, acha que é hora de “deixar o país crescer” e que “quem tem denúncias que vá se entender com a justiça”. o que é uma colocação meio dúbia.

Piada
Após a condenação do ex-governador Sergio Cabral, de 45 anos pelo juiz Marcelo Bretas, do Rio, corre uma piada na internet, em que Lula está até agradecendo por estar sendo julgado pelo juiz Sérgio Moro.

Comparação
A comparação é de Veja: em Curitiba, figurões como Lula, Eduardo Cunha e outros 105 investigados foram condenados a 1.634 anos de cadeia. Em Brasília, onde são investigados cerca de 250 políticos, apenas seis respondem a processo e nenhum foi condenado.

Adiado
A leitura da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer foi adiada. Na sexta-feira quando seria feita não teve quórum suficiente (51 deputados). A leitura é uma formalidade para que a denúncia tenha andamento na Câmara.

Reapareceu
Quem reapareceu, há dias, em Nova York, num seminário do jornal Financial Times, que teve a presença de Temer, foi Maria Christina Mendes Caldeira, a ex-mulher de Valdemar Costa Neto, que até hoje comanda o PR. Para alguns brasileiros, ela disse que seus advogados nos Estados Unidos localizaram contas do ex-marido.

Quinze dias
A nova procuradora-geral da República Raquel Dodge avisou que precisa de quinze dias para tomar pé de todos os processos envolvendo políticos que correm na PGR. Mesmo assim, já determinou investigações sobre Marcelo Miller, ex-procurador, que teria ajudado a delação da JBS e Eduardo Pelella, chefe de gabinete de Rodrigo Janot, muito citado nos áudios de Joesley Batista e Ricardo Saud.

Melhor B
Jaques Wagner, ex-ministro de Lula e Dilma, hoje secretário do Desenvolvimento Econômico da Bahia e considerado por ala do PT um dos plano B para o Planalto, embora a direção do partido só queira lançar Lula, tem dito aos mais chegados que ele teria mais chances do que Fernando Haddad, igualmente outro plano B. Wagner acha que a diferença está no Nordeste, onde ele é mais conhecido.

Sem emendas
Os aliados mais chegados de Michel Temer têm tratado de avisar deputados federais que, em quaisquer negociações envolvendo votação da segunda denúncia do presidente na Câmara, não há espaço para emendas. Muitas, utilizadas na primeira denúncia ainda não foram pagas. A nova moeda de troca deverá ser nomeações para cargos nos ministérios e estatais – e para tanto, serão necessários currículos.

Na testa
Deputados aliados ao Planalto foram surpreendidos, nesses dias, com gozações surgidas no Facebook, criando situações um tanto esdrúxulas montadas com a imagem de Alessandro Molon (Rede-RJ). Ele ficou irritado, está tentando localizar os autores: quer processá-los.

Barrado no baile
Silvio Santos e Gugu Liberato encontraram-se, por coincidência, no salão do cabeleireiro Jassa, em São Paulo e as colunas de televisão disseram que estava acertada a volta de Gugu ao SBT. Detalhe: as portas da emissora sempre estiveram abertas para o apresentador. Quem veta sua volta ao SBT são as filhas de Silvio Santos. Na Record, a propósito, ele está dando magros pontos de audiência.

Na telinha
A vitoriosa A Força do Querer caminha para seus últimos capítulos: dentre as novidades, Elvirinha (Betty Faria) sequestra Irene (Débora Falabella) e a mantém em cárcere privado. E o trans Ivan (Carol Duarte) anuncia sua gravidez à família.




Humor com silicone
A atriz e humorista Letícia Lima, 33 anos, está no elenco da nova versão dos Trapalhões, que acaba de estrear, defendendo o papel de Mulher-Silicone. É o toque de sensualidade para as tardes de domingo da Globo. Ela ficou conhecida na Porta dos Fundos e em 2015 fez sua primeira novela na emissora, A Regra do Jogo, quando ganhou prêmio de revelação. Letícia está avisando, à propósito de sua personagem em Os Novos Trapalhões, que não colocou silicone, não: é tudo natural. Mais: ela é namorada oficial da cantora Ana Carolina.


Projeto Down

Edições Anteriores:  

  ;-) Estampa floral.

:-( Estampa de cobra.





Os trabalhos dos mais criativos cartunistas selecionados na web.





 

 

 



© Copyrights: É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização
do titular desta coluna eletrônica. Entre em contato com o autor pelo email gibaum@gibaum.com.br

ss

 

s